10 Coisas que aprendi como ministra de dança

Independente do quanto você saiba, sempre há algo novo para aprender e ensinar, a não ser que você não queira adquirir novos conhecimentos ou compartilhar os seus. Como ministra de dança aprendi muitas coisas e algumas delas, contarei agora para vocês.


10 Coisas que aprendi como ministra de dança

1. ESTAR PREPARADO FAZ TODA DIFERENÇA


Este preparo não é em relação a técnica, a preparação aqui é espiritual. Quando estamos espiritualmente preparados para uma ministração nos sentimos mais seguros, e consequentemente a coreografia se torna mais fácil. Muitas vezes ministrei sem orar antes, sem estar totalmente em sintonia com o Espírito Santo e o resultado era insegurança, medo, vergonha, ansiedade, cheguei a esquecer coreografias e quando tentava dançar espontâneo os passos não vinham, era horrível, mas isso acontecia porque eu subia de qualquer maneira, sem um preparo espiritual. Portanto, uma dica que dou a vocês é: não ministrem sem antes se prepararem espiritualmente.


2. É PRECISO SABER LIDAR COM AS CRÍTICAS


Quando comecei a ministrar recebia muitas críticas, mas como ainda era inexperiente, minha reação era sempre a pior, eu não aceitava estar errada, não reconhecia que ainda tinha muito a aprender e algumas vezes até ficava chateada com quem me criticava. Com o tempo comecei a perceber que críticas fariam parte da minha vida de ministra de dança, por estar em evidência, sendo alvo dos olhares de toda igreja. Foi aí que comecei a prestar mais atenção no que ouvia e reconhecer que realmente eu poderia melhorar se seguisse alguns desses conselhos.


Portanto, se você está recebendo críticas, aprenda com elas e busque melhorar. Mas cuidado: crítica construtiva é uma coisa, crítica para te derrubar é outra, tome cuidado com comentários de quem não conhece seu trabalho e sua caminhada cristã.


3. É PRECISO MINISTRAR COM AUTORIDADE


O que significa ministrar com autoridade? Mostrar ao inimigo que quem é o dono de sua dança é Deus e que ele não tem poder para detê-la. O fato de você estar no altar ministrando traz um peso espiritual sobre sua vida, tenha isso e mente e ore a respeito disso, pois o inimigo joga setas na vida dos ministros para fazê-los desanimar e até mesmo desistirem do seu chamado. Sempre que for ministrar tenha a responsabilidade de glorificar a Deus com o seu melhor, dê tudo de si, não faça nada somente para agradar o seu líder, busque sempre agradar ao Senhor, e tenha autoridade ao ministrar, dessa forma as pessoas verão a Glória de Deus descer sobre suas vidas e transformá-las em novas criaturas.


4. IMPREVISTOS ACONTECEM


Você precisará lidar com as mais diversas situações dentro do ministério, uma roupa estragada no dia da ministração, uma dor insuportável que te impedirá de dançar naquele dia, uma coreografia que você deu tudo de si e no momento esqueceu os passos, uma pessoa que falta, outra que nunca consegue pegar os passos, outra que só sabe reclamar de tudo e não ajuda em nada, enfim, é preciso ser paciente e calmo para superar esses pequenos problemas e até os maiores. Quanto mais você se estressa, mais desanimado você fica. Ore a Deus pedindo que lhe dê sabedoria para conseguir lidar com todas as situações e imprevistos, e que lhe ajude a lidar com tranquilidade.


5. É POSSÍVEL APRENDER OBSERVANDO E OUVINDO


Não aprendemos apenas nas escolas de dança ou nos ensaios do ministério, cada lugar diferente que vamos ministrar, cada pessoa mais experiente que conversamos, sempre tem algo legal para nos ensinar. Procure aprender com cada oportunidade que você tiver, participe de congressos, mesmo que você não vá para dançar, fique ligado em algum curso que pode surgir na sua cidade ou ainda outro ministério que irá visitar sua igreja, sempre há algo a aprender mesmo que seja apenas ouvindo e observando. Muitas pessoas ficam preocupadas apenas em mostrar o que sabem, mas não param para observar os outros e acabam perdendo grandes chances de aprendizado.


6. EXPRESSAR NOSSAS IDEIAS É FUNDAMENTAL


Desenvolva sua criatividade, pense naquilo que ninguém pensou ainda, tenha ideias, mas não as guarde somente para você, expresse-as. Aproveite o momento da montagem de coreografia, tenha sempre uma ideia, uma sugestão, algo que você acredita que ficaria legal se vocês fizessem. Não seja um ministro frio, que apenas faz o que te mandam e pronto. Participe, ajude, contribua, tenha sempre algo para falar, nossas ideias podem gerar resultados incríveis. E se você é o líder, dê espaço para seus liderados se expressarem.


7. DECEPÇÕES FARÃO PARTE DA SUA CAMINHADA


Inevitavelmente em algum momento você vai se decepcionar com alguém do seu ministério ou da sua igreja. Porque seu líder não é perfeito e ele também erra, seus pastores são seres humanos, e podem errar também. Seus amigos, colegas de ministério, sua liderança, enfim, jamais vão te agradar 100%, da mesma forma que você também não agrada a todos, e você também vai errar e decepcionar pessoas. Mas estas decepções que sofremos não podem ser suficientes para nos tirar do propósito de Deus.


8. É PRECISO SAIR DA ROTINA


Quem disse que crente não pode dançar de tudo? Pode sim, desde que seja feito com ordem e decência. Se você acha que está envergonhando o evangelho dançando um funk na igreja, tudo bem, então não dance, mas se não vê problema em dançar um axé ou um jazz, por exemplo, então porque não dançar? Quem disse que devemos dançar apenas balé e contemporâneo? Pelo contrário, não fique preso somente àquilo que você gosta ou acha bonito, à apenas um estilo de dança ou a um tipo de roupa, aprenda a se adaptar em diversas situações e procure fazer também o que você não é acostumado, o resultado pode ser surpreendente.


Ainda falando em sair da rotina, “saia da igreja”, Deus não nos deu um dom para ser usado somente entre quatro paredes, há pessoas lá fora que precisam de nós. Se o seu grupo é grande, divida-o em grupos menores e separe alguns para dançar em clínicas de recuperação, outros em escolas, outros em asilos, hospitais, orfanatos, etc. O lugar que Deus mandar vocês é onde vocês devem ir. Use seu dom para alcançar vidas, afinal, foi para isso que Deus te chamou.


9. A TÉCNICA E A UNÇÃO ANDAM JUNTAS


Todo ministro de dança precisa desenvolver-se espiritualmente, precisa buscar unção, e renovo espiritual. Mas a técnica também é muito importante, uma coisa está ligada a outra, técnica e unção precisam andar juntas. Como qualquer coisa que fazemos na vida, devemos ter um mínimo de conhecimento sobre aquilo, e com a dança não é diferente. É preciso estudar, fazer aulas, treinar muito, se você quiser ser um ministro de dança de excelência.


10. DESISTIR NÃO É UMA OPÇÃO


Em alguns momentos vai ser muito difícil continuar no ministério, você vai querer fugir, largar tudo, você vai querer desistir. Mas eu aprendi que quando abandonamos nossos talentos, vamos enfraquecendo, até começarmos a morrer espiritualmente. Nossa vida vai perdendo o sentido, porque estamos fora do propósito de Deus. Além disso, vidas que poderiam ser alcançadas pelos nossos dons, também vão ficando comprometidas. Porque quando deixamos de fazer o que Deus colocou em nossas mãos, não somos apenas nós que perdemos, mas todos a nossa volta.


Quando a gente desiste do nosso chamado, é como se tudo começasse a desabar e dar errado nas nossas vidas, até chegar o momento de Deus nos trazer de volta. Porque sim, em algum momento Ele vai te puxar pra trás e te fazer voltar de onde parou, ou até mesmo, recomeçar do zero. E vai doer, esse processo é dolorido e cansativo, você vai perder muitas coisas no caminho, para entender o que realmente é importante.


Então, acredite:

Desistir não é uma opção. Fica firme e cumpra seu propósito até o fim!


Estas foram apenas algumas coisas que eu aprendi, mas todos os dias aprendemos algo novo. Não se acomode, busque extrair conhecimento a cada nova situação e a cada oportunidade.


Que Deus abençoe você e seu ministério!!

146 visualizações

Milene Oliveira

Criadora do Projeto Dança Cristã. Escritora, ministra de dança e líder, bailarina e coreógrafa. Preletora em eventos ministeriais. 

Saiba Mais

Inscreva-se e Receba as Novidades

© Dança Cristã. 2020 | Direitos Reservados.

  • Branca ícone do YouTube
  • White Facebook Icon