Senhor, dê-me dessa água!, a mulher samaritana

Falaremos hoje sobre uma passagem muito conhecida na Bíblia: "a mulher samaritana", uma mulher de má fama, mal vista pelas pessoas e rejeitada por muitos. Ela não era um bom exemplo para a sociedade. Em um certo dia ela vai tirar água no poço e encontra com Jesus e lá eles iniciam uma conversa, deste conversa podemos ressaltar alguns pontos importantes:

"Disse-lhe Jesus: 'Dê-me um pouco de água'". 
João 4:7

Jesus e esta mulher pertenciam a povos diferentes, Jesus era judeu, e a mulher, samaritana. Quando Jesus lhe pediu água ela ficou surpresa, pois os judeus e os samaritanos não se davam bem, e além disso e ela era rejeitada por todos. Sua primeira reação foi questionar o pedido de Jesus.

"Como o senhor, sendo judeu, pede a mim, uma samaritana, água para beber?" 
João 4:9

Então Jesus lhe fala sobre outra água, a "água viva", e a deixa ainda mais surpresa:

"Se você conhecesse o dom de Deus e quem está pedindo água, você lhe teria pedido e dele receberia água viva". Disse a mulher: "O senhor não tem com que tirar água, e o poço é fundo. Onde pode conseguir essa água viva? Acaso o senhor é maior do que o nosso pai Jacó, que nos deu o poço, do qual ele mesmo bebeu, bem como seus filhos e seu gado?"
João 4:10-12

Do que ele está falando? Pensou a mulher. Jesus estava apresentando a ela a água da vida, que saciaria para sempre a sua sede espiritual, dando a ela a vida eterna.

"Quem beber desta água terá sede outra vez, mas quem beber da água que eu lhe der nunca mais terá sede. Ao contrário, a água que eu lhe der se tornará nele uma fonte de água a jorrar para a vida eterna".
João 4:13-14

O que mais chama a atenção aqui, é que esta mulher creu em Jesus, mesmo sem entender direito o que Ele estava dizendo, então ela pediu: 

"Senhor, dê-me dessa água, para que eu não tenha mais sede, nem precise voltar aqui para tirar água".
João 4:15

A mulher pensava que se Jesus lhe desse a água viva, ela não precisaria mais voltar ao poço todos os dias e ter o trabalho de tirar a água. Não era exatamente isso que ele estava querendo dizer, Jesus falava de uma sede espiritual, uma água que transformaria para sempre a vida dela. E sua surpresa foi ainda maior, quando ele lhe falou sobre seus 5 maridos, como poderia ele saber disso?


"Vá, chame o seu marido e volte". "Não tenho marido", respondeu ela. Disse-lhe Jesus: "Você falou corretamente, dizendo que não tem marido. O fato é que você já teve cinco; e o homem com quem agora vive não é seu marido. O que você acabou de dizer é verdade". Disse a mulher: "Senhor, vejo que é profeta. 
João 4:16-19


Em seu coração alguma coisa já estava acontecendo, porém ela ainda não sabia quem era aquele que estava ali falando com ela, e pensou que fosse um profeta, o que ela não poderia imaginar é que estava diante do próprio Deus. Jesus se revelou a uma mulher cheia de pecados, com uma péssima reputação, apesar de tudo que ela já havia feito, ele a escolheu para ter um encontro com Ele, e então revelou a ela quem Ele era: 

Então Jesus declarou: "Eu sou o Messias! Eu, que estou falando com você". 
João 4:26

Quando descobriu isso seu coração se encheu de esperança, Jesus falara com ela, e agora sua vida nunca mais seria a mesma. Então ela saiu para contar a todos o acontecido.


Então, deixando o seu cântaro, a mulher voltou à cidade e disse ao povo: "Venham ver um homem que me disse tudo o que tenho feito. Será que ele não é o Cristo?" 
João 4:28-29


Não importa o tipo de vida que você leva, há esperança para você em Cristo Jesus, a partir do momento em que você beber desta água da vida, com certeza tudo será diferente. Aquela mulher era rejeitada por muitos, mas ela creu em Jesus, ela tinha uma vida toda errada, mas quis beber a água viva que Jesus lhe ofereceu. E sua vida com certeza nunca mais foi a mesma. E você, o que está esperando para pedir a Jesus: "Me dê desta água"?

Paz,
Milene Oliveira