Confira alguns erros que os Ministérios de Dança cometem.

Leia os outros artigos desta série:


Confira alguns erros que os Ministérios de Dança cometem.


Se acostumar com o espontâneo e esquecer das coreografias

Muitos ministérios se acostumam com o uso do espontâneo e devido a isso nunca preparam suas danças. Devemos estar aptos para improvisar? Sim, mas isto não deve ser uma regra. O grupo precisa se preparar, ter coreografias prontas e estarem sempre ensaiando e se aperfeiçoando. Precisamos oferecer a Deus o nosso melhor.

Ministração que não condiz com o tipo de público

É preciso sensibilidade quanto ao público que iremos ministrar. Um culto de domingo por exemplo, é diferente de um culto de jovens ou um congresso de dança. Existe culto de adoração, culto da família, culto de evangelismo... e em cada um, o objetivo e o público alvo são diferentes, se atente a isso quando for montar uma coreografia, e procure dançar uma música que condiz com o evento.

Vestes inadequadas

Infelizmente ainda há muitos ministérios desatentos quando o assunto são vestes. Tem muitas meninas usando vestidos acima dos joelhos sem meia calça, pois acham que basta colocar um short maior e está tudo bem. Não está não, nosso corpo não deve aparecer de forma nenhuma. Evitem usar calça legue com blusas muito apertadas, pois acaba marcando o corpo e chamando muita atenção. Tenham muito cuidado, e procurem evitar ao máximo demonstrar sensualidade ou vulgaridade.

Dançar músicas que não conhece

É comum vermos ministros perdidos na hora de uma ministração, principalmente quando é espontânea, por não saberem o que a música diz, ficam sem reação e perdem o domínio dos passos. Portanto, se você não conhece a música, não dance! Até porque dançar é justamente transmitir uma mensagem, através de passos e movimentos, que expressem o que a música está dizendo. Como você vai demonstrar algo através de determinada música, se não sabe o que ela fala?

Dançar sempre as mesmas músicas em diferentes eventos

"É culto de jovens? Vamos dançar aquela música animada que dançamos no domingo."
"Ah, mas já vamos dançar essa no congresso mês que vem..."
"Bom, que não corre o risco de esquecermos a coreografia".
Se o seu ministério faz isso, está erradíssimo. Dançar sempre as mesmas músicas torna-se cansativo e faz com que seu ministério perca a credibilidade. Procurem inovar constantemente, criem novas coreografias sempre que possível. Não tem problema repetir uma coreografia, uma vez ou outra, mas façam isso só de vez em quando. Não estou falando do louvor, pois aí é diferente, não depende de vocês, falo em relação a coreografias do ministério.

Dançar sem a direção do Espírito Santo

Como vocês escolhem as músicas no seu ministério? É preciso cuidado para não escolhermos determinadas músicas, apenas porque nos identificamos com elas. Precisamos estar atentos e sensíveis à voz do Espírito Santo, pois Ele sabe qual a música certa para cada ministração. Busquem sempre uma resposta dele antes de decidirem o que dançar.

Dançar uma música sem estudar a letra dela

Muitas vezes dançamos uma determinada música, simplesmente porque achamos bonita, ou porque são músicas do momento, mas nos esquecemos de avaliar se a sua letra condiz com o que está na Palavra de Deus. Portanto, sempre que forem dançar uma música avaliem antes o seu conteúdo e se desconfiarem que há algo de errado nela, não dancem.


Leia também:


Deus abençoe você e seu ministério!!!