Hoje vou respondendo uma pergunta, um tanto intrigante: "Dançar na igreja é ser levita?"
A resposta é: SIM! As pessoa costumam pensar que levitas são apenas quem cantam, mas não é verdade. Qualquer pessoa que faz a obra de Deus é um levita, vou explicar porque.

Dançar na igreja é ser Levita?

Levita significa descendente de Levi, um dos 12 filhos de Jacó. Os levitas se destacaram na época de Moisés, devido ao episódio do bezerro de ouro. Moisés subiu ao monte para falar com Deus e quando voltou, encontrou o povo entregue a idolatria.

Quando viu isso, ele pediu aos israelitas que tomassem uma posição e foi aí que a tribo de Levi decidiu servir somente a Deus. A partir deste dia, eles se tornaram ministros do Senhor. Entre eles, haviam sacerdotes e auxiliares, como porteiros, guardas, enfim, eles cuidavam do tabernáculo e de todas as tarefas do culto. Naquela época ainda não haviam músicos, esta função eles receberam depois.

Hoje em dia, é comum ouvirmos este termo nas igrejas, fazendo referência aos músicos, mas a verdade é que qualquer pessoa que executa um serviço ligado ao culto é um levita. Seja ele músico ou não. Bailarinos que dançam no culto, os irmãos que limpam a igreja, que organizam as cadeiras, que preparam a mesa da ceia, os porteiros, os obreiros, pastores, enfim... Todos são levitas! Todos os que servem em qualquer ministério, pode ser chamado de levita. Ser levita vai muito além de cantar, é exercer um dom de Deus, é ser um servo!


Leia também:


E aí? Gostou do nosso artigo?? Se gostou, compartilhe em suas redes sociais e envie para os seus amigos do ministério. Se tiver alguma experiência para contar, ou algo a dizer sobre este assunto, fique a vontade para comentar... Fiquem com Deus meus amores! Que Deus abençoe cada um de vocês e derrame suas bençãos sobre o ministério de todos, graça e paz!