Não faça de si mesmo um ídolo
Você sabe o que é um ídolo? Ídolos são tudo aquilo que damos mais importância do que a Deus: uma imagem, uma música, um artista ou até mesmo, uma pessoa. O seu ídolo pode ser você, suas vontades, seus figurinos, seus dons, sua técnica enfim, quantos ministros não fazem deles mesmos seus próprios ídolos? Você já se perguntou se você não é um deles? 

Muitas pessoas pensam que idolatria diz respeito apenas à imagens e celebridades, mas se enganam, tudo aquilo que colocamos acima do nosso relacionamento com o Senhor se torna um ídolo para nós, e se você se sente melhor do que o restante do grupo por dançar a mais tempo, por saber mais ou por conseguir fazer algo que outros não conseguem, você está dando mais importância à seus valores e conceitos do que à obra de Deus, está colocando acima do Senhor a competição, a soberba, a cobiça, a vaidade e o seu orgulho. Você está fazendo de você mesmo, seu próprio ídolo e buscando ser idolatrado por outras pessoas também.

Se você é do tipo de ministro que precisa lembrar as pessoas que determinada coreografia foi você quem criou, ou se sente incomodado por não apresentar na frente e talvez por não ser o principal da coreografia, você deve se questionar se é realmente para Deus que você está dançando. Provavelmente sua dança está sendo para você mesmo, para engrandecer e honrar o seu nome. Se você fica chateado quando seu líder prefere a ideia do seu colega do que a sua; confecciona figurinos novos, apenas para impressionar seus irmãos; busca aprender não para desenvolver seu dom, mas para ser o melhor do grupo; ou pensa mais na aprovação dos homens do que na eficiência da mensagem que está transmitindo, infelizmente, você se tornou seu próprio ídolo.

Sentimentos como estes citados acima, são comuns entre nós ministros, mas precisamos aprender a dominá-los, porque não são agradáveis ao coração de Deus. Ministros podem até ser artistas, mas antes disso, são servos e precisam entender que de nada adianta sua dança lhe render elogios, aplausos e prêmios se ela não levar cura, restauração, transformação e salvação às pessoas. Lembra de Lúcifer? Ele se deslumbrou consigo mesmo e acabou caindo. Portanto, tome cuidado. Se o seu trabalho for elogiado pelas pessoas, lembre-se que a glória não é sua, mas sim de Deus e que tudo deve ser feito por Ele e para Ele. Amém?! Deus abençoe vocês.



Leia também: