Confira alguns erros que os ministérios de dança cometem, e busque evitá-los:

Alguns erros que os Ministérios de Dança Cometem (Parte 2)


Não se preparar para as ministrações

Esta preparação deve ser tanto musicalmente como espiritualmente. É necessário que o ministro pratique a leitura da palavra e oração todos os dias, pois esta é a base do ministério. Se você não estuda a palavra de Deus e não fala com Deus o que deseja que as pessoas esperem de você? Sem essa prática diária, você não é um ministro de verdade, é apenas um profissional do púlpito. Em relação a musicalidade, é preciso que haja ensaios e entrosamento do grupo. Durante os ensaios, qualquer distração deve ser evitada. As músicas devem ser estudadas antes de serem escolhidas. A palavra de Deus diz em 2 Timóteo 2:15 que devemos nos apresentar diante de Deus, como obreiros aprovados. Leia mais em: A importância do preparo espiritual durante as ministrações.

Não se preparar para atuar no ministério

Muitos estão no ministério de dança, mas nunca fizeram ao menos uma aula em uma escola de dança. Mal consegue fazer os passos propostos porque não tem nada de flexibilidade e nenhum preparo físico para isso. Querem que o impossível aconteça através da sua dança, mas não quer melhorar, não quer aprender, não quer se dedicar. Os ministérios estão cheios desses ministros bem intencionados, mas totalmente despreparados. Não seja mais um desses. Se você deseja de fato atuar neste ministério, procure aprender sobre ele. Entre para uma escola de dança, aprenda balé, street dance, jazz, contemporâneo, etc. Dê o seu melhor a Deus. Ministros que não sabem dançar nada, muitas vezes atrapalham aqueles que sabem, o ministério não pode fazer uma coreografia mais rica em passos, porque determinada pessoa não sabe fazer nada, isso é terrível. Se prepare para dançar, ou não dance. Leia mais em: O que é mais importante, a técnica ou a unção?

 Atrasar nos compromissos sem avisar

Daí o ministério de dança é chamado para apresentar fora e o que acontece? Eles não conseguem na hora, até aí tudo bem, o pior é quando isso acontece e o ministério não dá nenhuma satisfação para os organizadores do evento. Existem ainda aqueles ministros que estão sempre atrasados para tudo, se atrasam para os ensaios, para os cultos, para as apresentações e não avisam ninguém. Quando faltamos ou atrasamos em algum ensaio, culto ou evento e não avisamos ninguém, estamos sendo irresponsáveis e falando para as pessoas que isto não é tão importante para nós. Portanto, se for se atrasar ou faltar, avise seu líder. E se o ministério foi chamado para dançar em outro lugar mas não conseguirá chegar a tempo, avise aos responsáveis pelo evento. Honrem os seus compromissos. 

Não aceitar as críticas

Todo ministério de dança em algum momento será criticado. Por mais "perfeito" que ele seja. Porque as pessoas ainda têm muito preconceito com a dança. Mesmo isto tendo melhorado bastante, o preconceito ainda existe. E o ministério que não consegue lidar com as críticas acaba caindo na mediocridade. Há muitas críticas que são construtivas e podem nos ajudar a não cairmos no conformismo e continuarmos crescendo, mas muitos não enxergam isso. Portanto, seja humilde e esteja sempre disposto a aprender. Ouça as críticas com atenção e ore a respeito disso, muito melhor que ficar brigando com todo mundo e tentando mostrar que os outros estão errados e você está certo. Leia mais em: Porque me criticam tanto?

Não saber se expressar enquanto dançam

Existem muitos ministérios com ideias ricas e poderosas, bailarinos bons e esforçados, mas que pecam na expressão, na hora da dança. Dançar é como interpretar uma história, cada música possui uma mensagem e você precisa transmiti-la àqueles que estão lhe assistindo. Não é legal dançar uma música alegre com um semblante triste e preocupado, por exemplo. Se a música é alegre então você deve demonstrar alegria, dançar com um sorriso no rosto e brilho nos olhos. Lembre-se: a sua expressão pode contagiar o público.

Copiar outros ministérios

Somos todos diferentes, cada um possui seus dons e talentos, para cada um de nós Deus deu determinadas características e Ele deseja nos usar da maneira que somos. Mas infelizmente, há muitos ministros que se sentem incapazes de criar uma coreografia ou fazer qualquer outra coisa para Deus, e por isso preferem usar as ideias dos outros. Copiam a coreografia de outro ministério, o figurino de outro ministério, copiam tudo... Pare! Se Deus chamou você, Ele vai te capacitar, não precisa ficar copiando tudo o que vê por aí. Você também é capaz de criar grandes coisas para Deus, basta acreditar e permitir que Ele te use do jeitinho que você é. Busque sempre a direção do Espirito Santo antes de tomar qualquer decisão no ministério. Peça a Ele que te capacite e te dê sabedoria para criar, dançar e fazer grandes coisas através da sua dança. Leia mais em: Deus capacita os escolhidos.

Não participar de outros momentos do culto

É lamentável vermos um grupo dançando maravilhosamente durante o louvor, mas não nos encontrarmos mais com ele no restante do culto. Infelizmente isso ainda acontece muito em nosso meio, ministros que mal esperam o fim da ministração do louvor para conversar, comer, namorar, etc. Como ministros do Senhor precisamos ser exemplos dentro da casa de Deus. É essencial que após o louvor todo o grupo participe da palavra e de todas as orações. Se não nos alimentarmos da palavra, não teremos o que transmitir para as pessoas durante a nossa dança, e então porque dançar? Se você está neste ministério busque sempre mais de Deus, todos os dias e em todos os cultos, não seja um ministro irresponsável que dança por dançar apenas. Tenha consciência de seu chamado e honre-o. Leia mais em: As características de um servo.

Dançar por obrigação

Muitas garotas entram no ministério de dança porque a mãe acha bonito e decide colocar ela nele. Ou porque os pais acham que ela está muito gorda e que esta é uma oportunidade para ela emagrecer, e com isso a bailarina (ou o bailarino) já entra no ministério com uma certa resistência, não se dedica tanto, não se esforça, porque aquilo ali nem é o lugar que ele queria de verdade. Há ainda aqueles ministérios que se sentem cansados que de tanto dançar no louvor, por exemplo, mas continuam ali apenas para não desapontar seu líder e seus pastores. Isto é um erro. A obra de Deus não deve ser vista como um fardo, para nós que somos servos, e sim como uma oportunidade de nos aproximarmos ainda mais do Senhor e servi-lo. Quando fazemos algo na casa de Deus apenas por obrigação não sentimos alegria naquilo, e isto logo se torna um peso. Será que Deus realmente se agrada do servo que trabalha na obra dele apenas por obrigação? E de que adianta agradar seus pais, seu líder e seus pastores, mas desagradar a Deus? Se dançar para Deus se tornou um fardo e você está no ministério apenas porque se sente obrigado, é melhor deixá-lo. Os Salmos 100:2 diz que devemos servir ao Senhor com alegria, e se você já não sente mais alegria, ou talvez nunca sentiu, não ha porque continuar fazendo o que faz. Procure fazer algo que realmente te alegre, somente assim você poderá verdadeiramente agradar a Deus. Leia mais em: Porque você dança?

Leia também:

Deus abençoe você e seu ministério!!!!