Dicas para a Dança Espontânea

Para dançar espontâneo, é preciso permitir que o Espírito Santo te encha, só assim será possível sentir a presença de Deus. Sua dança não será meros passos vazios se Ele estiver te guiando. Não há uma fórmula mágica que lhe faça dançar perfeitamente, é preciso antes de tudo reconhecer que você não é capaz, que o Senhor é quem te capacita. Mas se você deseja se desenvolver e aperfeiçoar-se na dança espontânea, aqui vão algumas dicas para lhe ajudar:

Ore: Como já disse várias vezes aqui no blog, antes de fazer qualquer coisa para Deus é essencial orarmos e entregar a Ele nossa vida, nosso coração e nos colocar a disposição dele para sermos usados segundo a sua vontade. 

Escolha da Música: Se você for dançar no louvor, procure saber antes quais as músicas que serão tocadas. Se for em outra ocasião e você puder escolher, escolha uma música que você conheça e entenda. Não dance sem saber que musica será tocada e sem conhecer a letra. Para ministrar você precisa saber o que a música diz.

Escute a música: Antes da ministração procure ouvir a música o máximo possível, preste atenção no ritmo e no tempo de cada estrofe. Conheça-a bem antes de dançar e pense em como você pode demonstrar ao público a mensagem que ela passa.

Dance a música várias vezes: Treine em casa, coloque a música, feche os olhos e dance no seu quarto, cada vez tentando fazer passos diferentes, arrisque-se criar algumas coreografias, variando os movimentos. Mas não pare a música para montar, conforme ela for tocando, vá pensando no que poderia ser feito e continue dançando mesmo sem ter ideia do que fazer. Isso ajuda a fluir no momento do espontâneo, e caso "dê branco" você pode usar estes passos que criou. 

A expressão é muito importante, se atente a ela: Sinta a música, interprete-a, não apenas dance. Dançar é falar através do corpo, seus gestos precisam estar em sincronia com a música, e transmitir a mensagem cantada. A expressão facial também é importantíssima e demonstra seus sentimentos muito mais que seus gestos. Portanto, evite demonstrar que está inseguro, com medo ou distraído. 

Deixe o Espírito Santo agir: Peça a Ele que conduza sua ministração e que você possa ser usado, como um instrumento nas mãos dele. Não olhe para o chão, de preferência feche os olhos, desconecte-se do mundo, entre na presença de Deus e o adore. Não se preocupe se as pessoas estão olhando e se estão gostando ou não, concentre-se em Deus e faça seu melhor para Ele.






Leia também: