Quando Deus me pediu as sapatilhas - Gisela Matos


"Mas percebi que para ter acesso ao coração das pessoas, eu precisava me achegar mais e mais ao coração de Deus."

"Quando Deus me pediu as sapatilhas, aprendi a dançar com Ele."

"Lembre-se de uma coisa: Você não é nem será o único a ser desacreditado; isso faz parte do processo; as pessoas em sua maioria agem como Tomé: têm que ver os resultados. Mas isso não pode fazer com que você desista ou vacile com relação ao propósito que Deus colocou em sua vida. Olhe para isso como um incentivo a fazer cada vez melhor para Deus."

 "No momento em que Deus chamou você, Ele já tinha um destino para você, um sonho."

"Deus não está procurando pessoas prontas; Ele quer formar seu coração."

"Sua dança não é apenas para emocionar as pessoas, mas para trazer a glória de Deus."

"Se Deus está mexendo em alguma área de sua vida, não desista; com certeza, Ele fará de novo e de uma forma melhor."

"Para termos um bom resultado, precisamos aprender a viver cada fase do processo, por mais doloroso que possa parecer."

"A profundidade do processo que Deus usa para nos preparar, vai muito além do que meras convicções; nunca pensei que teria forças para passar por tudo isso, mas hoje sei que tudo posso naquele que me fortalece!"

"Corajoso é aquele que, mesmo com medo, prossegue em obediência a Deus."

"Responder a um chamado de Deus é um ato de extrema coragem, pois a partir desse momento a nossa vida passará por uma série de mudanças."

"De nada adianta dizer que tenho um chamado e não andar em direção a ele, ficar parado, esperando que outros invistam em mim."

"Na verdade, o chamado de Deus é só o início de um grande processo de aprendizado."

"É comum pensarmos que no momento em que Deus nos chama, tudo já está resolvido em nossa vida; julgamos que o fato de entendermos aquilo que Deus quer para nós já nos torna totalmente aprovados diante Dele. Deus chamou Saul e o ungiu, porém ele não foi aprovado."

"Os momentos mais críticos e difíceis que passei acabaram por se tornar elementos desencadeadores de uma paixão profunda por Deus."

"Muitas pessoas me olhavam como se eu fosse uma caverna escura, mas o Senhor estava produzindo um jardim para seu proveito, em um ambiente silencioso e de lágrimas."

"Hoje, entendo que as dificuldades tornaram meus sonhos completos em Deus."


Estes são apenas alguns trechos e frases do livro "Quando Deus me pediu as sapatilhas", a minha indicação de hoje. Um livro muito bom, que nos leva a refletir profundamente a respeito de nosso chamado, apresentando histórias reais, de alguém que confiou no Senhor e entregou tudo nas mãos dEle, que passou por situações muito difíceis, sofreu, foi caluniada, enfrentou preconceitos, mas escolheu confiar no Senhor e foi fortalecida. Uma pessoa que viveu experiências únicas com o Senhor, que teve todos os motivos para abandonar o chamado de Deus para sua vida, mas que não desistiu e conquistou a vitória. 

Estou indicando este livro porque passamos por dificuldades diariamente, as vezes até pensamos em desistir, em abandonar tudo, mas através desta leitura, recebi um renovo de Deus e pude entender que meu chamado vai muito além da dança. Ele é um ótimo auxílio para quem perdeu o foco ou esfriou em seu ministério, pois nos ensina a ter fé e enfrentar as dificuldades entregando tudo nas mãos de Deus, para que possamos receber o melhor de dEle. 

Eu indico não apenas para quem dança, mas para todos que queiram conhecer histórias fortes que vão te impactar e ensina-lo a descansar no Senhor. O livro é um testemunho e quase que uma biografia da autora, Pastora Gisela Matos. A editora é Profetas da Dança e o link para comprar o livro é este -> Quando Deus me pediu as sapatilhas - Gisela Matos




Leia também: