Características de um líder ruim

Hoje falaremos sobre as características de um líder ruim, um líder negativo. São características que devem ser evitadas por todos que desejam se tornar um bom líder. Se você se identificar com alguma dessas características, é sinal de que está na hora de mudar...

1. Faz tudo sozinho: Não delega funções, não divide o trabalho com ninguém, quer todas as responsabilidades para si mesmo, por dois motivos: não confiar em seus liderados, ou querer aparecer. Não ouve a equipe, não aceita novas ideias, não da liberdade de expressão.

2. Dá ordens: É autoritário e se sente no poder de mandar nas pessoas e leva-las a fazer aquilo que ele quer, do jeito dele, sem ouvi-las e sem se importar se concordam ou não. Simplesmente manda e seus liderados tem que obedecer.

3. É desorganizado e indeciso: Não consegue montar uma escala se quer. Suas coisas vivem jogadas pelos bancos da igreja. Não sabe organizar seu grupo, seus pertences, sua vida... É indeciso, não consegue tomar decisões rapidamente, é inseguro e vive com medo de errar.

4. Tem um mal testemunho: Esta é aquela pessoa que não vive segundo a palavra, que dentro da igreja é uma coisa, e fora dela é outra. É aquele líder que bebe, vai a festas mundanas, usa roupa vulgar, fala palavrões, gírias, não respeita seus superiores, não tem uma vida com Deus...

5. Reclama de tudo: Se alguém chega atrasado ele reclama, mas se chega mais cedo, reclama também. É aquela pessoa que vive murmurando, que não sabe passar pelas provações dando glória, que prefere se fechar em seu mundinho e ficar ali reclamando. Não consegue enxergar oportunidades nos momentos difíceis, qualquer probleminha fica revoltado e fala que vai sair da igreja ou deixar o ministério.

6. É problemático: Vive arrumando problemas com tudo e todos. É aquela pessoa que consegue transformar qualquer coisa em problema, que tem facilidade em criar confusão, gosta de brigar e discutir por bobagem. Faz fofocas e causa intrigas.

7. Usa de falsidade: Este é aquele líder que na frente dos pastores é uma coisa, se faz de santo, se faz de vítima, mas diante de seus liderados não faz seu trabalho de maneira correta, é preguiçoso, deixa tudo nas costas deles, mente e causa desorganização no ministério. Que na igreja "ama" o que faz, e fora dela fala mal do ministério.

8. Puxa-saco: Faz acepção de pessoas, não trata a todos da mesma forma, gosta mais de um do que de outro. Tem seus preferidos, os que sempre dançam na frente, que sempre vão dançar fora, que sempre são elogiados, os que nunca erram e que estão sempre certos no meio de uma discussão...

9. É insubmisso ou desobediente: Não obedece as ordens dos pastores, eles falam que querem uma coreografia mais tranquila, mas ele vai lá e cria uma mais animada, por achar que dessa forma daria mais certo ou ficaria melhor. Também é desobediente a palavra, não oferta, não dizima, não segue os mandamentos de Cristo, não vive em santidade, não procura fazer as coisas segundo a direção do Espírito Santo, mas segundo suas própria vontades.

10. É liberal demais: Este é aquele líder que não tem autoridade nenhuma e deixa tudo correr segundo a vontade dos liderados. Se eles querem dançar um funk, ele deixa, sem procurar saber se este seria o melhor para aquele momento, aquela ministração. Faz todas as vontades do grupo e também é liberal em relação a doutrina da igreja, deixa os seus liderados fazerem o que bem entenderem, sem punição. Eles vão em festas, usam roupas desapropriada nos ensaios, não tem compromisso com o ministério e o líder acoberta e passa a mão na cabeça deles.

11. Fala mal dos outros: Fala mal dos pastores, dos liderados, dos irmãos, da família, dos amigos... Ama uma fofoca, não mede sua palavras, não é sábio, vive julgando os outros ao invés de procurar ajudar.

12. É prepotente: Prepotente é aquele que se acha melhor que os outros, que abusa do poder, que possui um sentimento de superioridade, que muitas vezes até humilha os outros, por saberem menos, ou terem dificuldade em alguma coisa. É arrogante, e trata as pessoas com desprezo, desrespeitando-as ou menosprezando-as. Se considera sempre o melhor e não é capaz de valorizar as pessoas. Sempre encontra um culpado para tudo, mas nunca reconhece que o erro pode estar nele próprio.

Esse tipo de líder não consegue chegar muito longe, pois em algum momento sua máscara acaba caindo. O mesmo Deus que o colocou neste lugar de destaque pode tirar. Busque sempre em Deus a maneira correta de liderar e agir diante de cada situação. Se tornar líder é fácil, difícil é saber liderar. Talvez você se questiona porque seu grupo não lhe reconhece como líder, não lhe obedece, ou não tem motivação nem força de vontade para seguir o que é proposto, mas você já se perguntou se o problema não está em você? Para finalizar deixo uma reflexão: 

“Estar no poder é como ser uma dama. Se você tiver que lembrar as pessoas que você é, você não é.” (Margareth Tacher)