O assunto de hoje é sobre alguns erros cometidos por diversos ministérios de dança. E infelizmente não são raros, mas muito comuns. Precisamos evita-los, pois tudo que fazemos seja dentro ou fora da igreja deve glorificar a Deus. A nossa arte é uma arma muito poderosa nas mãos dEle, mas tudo depende de nós, temos que buscar ao máximo estar em santidade para que assim o Senhor tenha liberdade para agir através da nossa dança. Amém?! Então vamos lá:

Alguns erros que os Ministérios de Dança Cometem


Se reunir apenas para ensaiar e nunca para orar

Vocês costumam se reunir para orarem juntos, se consagrarem e estudarem mais da palavra? Ou o seu ministério é daquele tipo que chega ensaia e pronto? E depois só se reúnem novamente para ensaiar outra vez? Infelizmente, muitos ministérios estão dando prioridade apenas aos ensaios da coreografia e deixando de lado a oração e consagração do grupo. Não permita que isso ocorra em seu ministério. É claro que cada um deve ter seu momento particular com Deus, mas orar juntos fortalece a união do grupo. Eu já falei aqui no blog como devem ser os ensaios (Leia: "A importância dos Ensaios") Adote esse modelo de ensaio em seu ministério e separe ao menos um dia no mês para passarem um tempo maior orando e intercedendo um pela vida do outro, e buscando juntos receber mais de Deus. Um ministério que não ora mais cedo ou mais tarde acabará ruindo, não permita que seu ministério caia por falta de oração. 

Não dar oportunidade para novos integrantes menos preparados

Já vi isso acontecer muito em igrejas que visitei. Conversando com outras bailarinas de diversos ministérios percebi que aqueles grupos mais experientes que dançam a bastante tempo e já são praticamente profissionais não dão espaço para que novos integrantes participem do ministério, eles têm um certo receio da pessoa nova chegar e não conseguir acompanhar o ritmo do grupo, ou tem ainda aqueles que afirmam não terem muito tempo para ficar ensinando todas as coreografias sempre que alguém quiser fazer parte da equipe. Mas isso é ERRADÍSSIMO!!! Gente, isso não pode acontecer de jeito nenhum. Nós precisamos entender que o ministério não é nosso, é de Deus. E é Ele quem deve colocar ou tirar alguém. Não somos nós que controlamos isso. Se uma pessoa nunca dançou antes, mas foi chamada por Deus, ela tem sim o direito de cumprir o chamado dela e quem somos nós para impedir isso? Como ministros de Deus temos o DEVER de acolher, ensinar e ajudar aqueles que possuem o mesmo chamado que o nosso. Não podemos privar ninguém de fazer a obra de Deus. Se isso acontece no seu grupo saiba que Deus irá cobrar de vocês. Sabia que impedindo as pessoas de entrarem no ministério você pode fazer com que ela saia da sua igreja e vá para outra? Mude hoje mesmo suas atitudes, acolha aqueles que possuem o mesmo chamado que você e que assim como você deseja trabalhar no Reino de Deus. 

Só se apresentar quando tem novos figurinos

De todos os erros apresentados aqui eu diria que este é o mais “retardado” de todos. Onde já se viu um grupo só se apresentar quando tem figurinos novos? Cá entre nós, isso é ridículo. Não estou falando das ministrações no louvor não, estou falando quando alguma outra igreja convida seu ministério por exemplo, ou quando tem algum evento em sua igreja mesmo ou algo do tipo. Existem ministérios que querem fazer uma roupa nova para cada apresentação, as vezes quando são convidados, não vão porque não querem repetir um figurino já usado. O grupo tem sim que estar sempre bem vestido, com roupas bonitas e tal, mas não acredito que seja necessário fazer uma roupa diferente para cada apresentação, claro que se for algo a longo prazo e todos tiverem tempo e condições de providenciar novas roupas, ótimo! Ou se vocês estão pensando em fazer algo que exija uma roupa diferente das que vocês têm, aí eu concordo, mas se for uma apresentação normal que puder ser feita com roupas que o ministério já possui, porque não dançar então? Deixar de apresentar porque não podem repetir um figurino? Ah, Isso é palhaçada né gente! Afinal, quem deve aparecer não é você e nem sua roupa.

Aparecer apenas diante de uma plateia e nunca quando o trabalho é nos bastidores

Isso é o que mais acontece. Eu diria até que este é o mais comum de todos os erros citados. Aqueles ministros que quando a igreja está cheia fazem questão de apresentar e aparecer para todos verem, faltam falar: “olha eu aqui”, “está vendo o tanto que eu danço bem? ”, “olha como a minha roupa é linda”, mas quando o trabalho é nos bastidores ninguém faz questão de fazer sua parte como servo. Quando tem algum evento na sua igreja fazem questão de dançar e mostrar sua belíssima técnica, mas não são capazes de se oferecer para limpar a igreja, ou para ajudar na decoração por exemplo. Sem falar naqueles que vivem faltando aos ensaios, não obedecem seus líderes e também não levam uma vida de adoração particular com o Senhor, não dançam quando apenas Ele está olhando. Precisamos aprender que nossa vida de adoração diante da igreja deve ser uma extensão da vida de adorador que levamos em nosso íntimo com o Senhor. Se nossa dança não estiver direcionada para Deus ela torna-se oca e vazia. (Leia: "Qual o propósito de um Ministério de Dança" e "Como agradar ao Senhor com a minha dança")

Formar panelinhas e excluir outros irmãos

Ministros, aprendam uma coisa, nós como igreja de Cristo devemos ser um só corpo, e isso vale para outros ministérios também, não apenas o da dança, porque se tem algo que está em quase TODAS AS IGREJAS, infelizmente, são as famosas panelinhas. Você chega na igreja e parece que já está tudo separado, as meninas da dança todas juntas em um canto, o pessoal do louvor em outro, cada líder com sua célula, etc., cada um no seu canto junto com aqueles que mais convivem ou mais gostam, ninguém se mistura, ninguém interage. E quando chega gente nova então? É a maior dificuldade para a pessoa se enturmar, porque enquanto ela não encontra um grupinho para se infiltrar ela fica sozinha, isolada. Gente isso é muito feio, não existe só sua célula na igreja não, seu ministério não é o único também não, vamos parar com isso gente, vamos nos interagir mais, conversar com outras pessoas, fazer novas amizades. Principalmente se sua igreja for grande. Não que você não possa sentar perto das meninas que dançam com você, mas formar panelinhas, excluir outras pessoas, deixar de se relacionar com outros membros das igrejas, ah para né gente. Faça o teste, sente um dia ao lado de pessoas que você menos conversa e verá que experiência boa, isso faz com que a igreja seja mais unida.

Buscar desenvolver somente a técnica e esquecer-se da unção para ministrar

No artigo O que é mais importante a técnica ou a unção?", eu falo justamente sobre isso, ter uma boa técnica é importante sim, sem ela é muito difícil chegarmos a excelência. Porém a unção é INDISPENSÁVEL. Se estamos fazendo algo para Deus sua presença tem que manifestar-se em nós e em tudo que fizermos, ou nosso trabalho se iguala ao trabalho secular. A unção é a marca registrada da presença de Deus, se dançarmos sem ter a unção isso não fará a mínima diferença para o Senhor, pois esta é a única coisa que diferencia nossa arte e a arte do mundo. E tenho visto que muitos ministros têm se preocupado apenas em buscar uma técnica perfeita, para fazerem bonito diante das pessoas, mas estão deixando de lado a verdadeira essência da adoração. Ore mais, consagre-se mais, jejue mais, busque sempre mais de Deus, não queira impressionar somente as pessoas, mas busque impressionar também aquele que é o dono da sua dança e o único digno de toda honra e toda glória.

Desistir facilmente quando aparecem dificuldades

Em algum momento no exercício de seu ministério você já deve ter pensado em desistir não é mesmo? Se apresentar em santidade diante do Senhor não é fácil, para que isso aconteça precisamos levar uma vida de renúncias, fugindo do pecado todos os dias e deixando de lado nossas próprias vontades buscando sempre fazer a vontade de Deus. Isso é difícil, sabemos que vale a pena, mas muitas vezes nos pegamos desanimados, cansados, fracos, abatidos diante das dificuldades. Mas o que não podemos fazer de jeito nenhum é desistir do nosso ministério, jogar tudo para o alto como se não valesse nada simplesmente porque apareceu alguma dificuldade, seja em nossa vida particular ou mesmo dentro do ministério. Todos nós passamos por lutas diariamente, mas Deus está o tempo todo ao nosso lado, Ele nunca nos abandona, nem nos desampara (Leia: "Não desista do seu Ministério"). Já vi muitas pessoas desistindo por motivos banais. Não faça isso! Quando pensar que está muito difícil e que não aguenta mais, quando a provação for muito grande, lembre-se de todas as coisas que Deus te ajudou a suportar e de tudo que você já passou e conseguiu vencer, peça a Ele que te ajude a vencer mais essa prova, mas não deixe de fazer aquilo que Ele colocou em suas mãos, não desista!

Sentir-se o vaso mais importante da casa de Deus

Precisamos desenvolver algo muito importante dentro do nosso ministério, chamado: HUMILDADE. Infelizmente ainda existem em várias igrejas por aí, grupos que se acham os “top da galáxia”, chegam na igreja parecendo que Deus só tem olhos para eles. Ministros com nariz empinado, nos cultos não cumprimentam ninguém, não se misturam com outras pessoas, e também não aceitam quando o pastor ou alguém chama a atenção ou tentam discipliná-los, pois se acham os melhores da casa de Deus, incapazes de errar e correto em todo o tempo. Se o seu ministério é assim, se acham os melhores somente porque colocam uma roupa bonita, vão até a frente e fazem passos impressionantes, ou se querem a todo tempo ser aplaudidos e elogiados saiba que a recompensa de vocês já foi dada. Mude hoje mesmo suas atitudes e busque atrair a atenção do Senhor e não das pessoas. Seja amável com todos, respeite seus líderes, ouça as críticas e aprenda com elas. Lembre-se que a nossa maior recompensa não será aqui na terra, mas no céu. 

Estes são os principais erros cometidos pelos Ministérios de Dança, mas existem outros que falarei em outro momento. Eu espero que de alguma forma esse texto tenha falado com você e te ajude a reconhecer em que ponto você está errando, porque muitas vezes nem percebemos que certa atitude é errada. Então orem, peçam a direção de Deus, peçam discernimento e sabedoria, tenham coragem para mudar aquilo que for necessário. E tudo que fizerem, façam em total dependência do Senhor e movidos pelo poder do Espírito Santo. Amém?!


Leia também:


“Pois nele vivemos, nos movemos e existimos. ” – Atos 17:28

Deus abençoe você e seu ministério!